Verdades sobre o Brasil e os brasileiros

1 07 2009

Pois é… Sei que o FdN está com teias. Mas vou procurar postar com mais frequência agora nas férias.

Na volta, posto mais um texto do Arnaldo Jabour. Confira:

– Brasileiro é um povo alegre. Mentira. Brasileiro é bobalhão.

Fazer piadinha com as imundices que acompanhamos todo dia é o mesmo que tomar bofetada na cara e dar risada.
Depois de um massacre que durou quatro dias em São Paulo, ouvir o José Simão fazer piadinha a respeito e achar graça, é o mesmo que contar piada no enterro do pai.
Brasileiro tem um sério problema.
Quando surge um escândalo, ao invés de protestar e tomar providências como cidadão, ri feito bobo.

– Brasileiro é um povo trabalhador. Mentira.

Brasileiro é vagabundo por excelência.
O brasileiro tenta se enganar, fingindo que os políticos que ocupam cargos públicos no país, surgiram de Marte e pousaram em seus cargos, quando na verdade, são oriundos do povo.
O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado ao ver um deputado receber 20 mil por mês, para trabalhar 3 dias e coçar o saco o resto da semana, também sente inveja e sabe lá no fundo que se estivesse no lugar dele faria o mesmo.
Um povo que se conforma em receber uma esmola do governo de 90 reais mensais para não fazer nada e não aproveita isso para alavancar sua vida (realidade da brutal maioria dos beneficiários do bolsa família) não pode ser adjetivado de outra coisa que não de vagabundo.


– Brasileiro é um povo honesto. Mentira.

Já foi; hoje é uma qualidade em baixa.
Se você oferecer 50 Euros a um policial europeu para ele não te autuar, provavelmente irá preso.
Não por medo de ser pego, mas porque ele sabe ser errado aceitar propinas.
O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado com o mensalão, pensa intimamente o que faria se arrumasse uma boquinha dessas, quando na realidade isso sequer deveria passar por sua cabeça.

– 90% de quem vive na favela é gente honesta e trabalhadora. Mentira.

Já foi.
Historicamente, as favelas se iniciaram nos morros cariocas quando os negros e mulatos retornando da
Guerra do Paraguai ali se instalaram.
Naquela época quem morava lá era gente honesta, que não tinha outra alternativa e não concordava com o crime.
Hoje a realidade é diferente.
Muito pai de família sonha que o filho seja aceito como ‘aviãozinho’ do tráfico para ganhar uma grana legal.
Se a maioria da favela fosse honesta, já teriam existido condições de se tocar os bandidos de lá para fora, porque podem matar 2 ou 3 mas não milhares de pessoas.
Além disso, cooperariam com a polícia na identificação de criminosos, inibindo-os de montar suas bases de operação nas favelas.

– O Brasil é um pais democrático. Mentira.

Num país democrático a vontade da maioria é Lei.
A maioria do povo acha que bandido bom é bandido morto, mas sucumbe a uma minoria barulhenta que se apressa em dizer que um bandido que foi morto numa troca de tiros, foi executado friamente.
Num país onde todos têm direitos mas ninguém tem obrigações, não existe democracia e sim, anarquia.
Num país em que a maioria sucumbe bovinamente ante uma minoria barulhenta, não existe democracia, mas um simulacro hipócrita.
Se tirarmos o pano do politicamente correto, veremos que vivemos numa sociedade feudal: um rei que detém o poder central (presidente e suas MPs), seguido de duques, condes, arquiduques e senhores feudais (ministros, senadores, deputados, prefeitos, vereadores).
Todos sustentados pelo povo que paga tributos que têm como único fim, o pagamento dos privilégios do poder. E ainda somos obrigados a votar.

Democracia isso? Pense !

O famoso jeitinho brasileiro.
Na minha opinião, um dos maiores responsáveis pelo caos que se tornou a política brasileira.
Brasileiro se acha malandro, muito esperto.
Faz um ‘gato’ puxando a TV a cabo do vizinho e acha que está botando pra quebrar.
No outro dia o caixa da padaria erra no troco e devolve 6 reais a mais, caramba, silenciosamente ele sai de lá com a felicidade de ter ganhado na loto… malandrões, esquecem que pagam a maior taxa de juros do planeta e o retorno é zero. Zero saúde, zero emprego, zero educação, mas e daí?
Afinal somos penta campeões do mundo né?? ?
Grande coisa…

– O Brasil é o país do futuro.

Caramba , meu avô dizia isso em 1950. Muitas vezes cheguei a imaginar em como seria a indignação e revolta dos meus avôs se ainda estivessem vivos.
Dessa vergonha eles se safaram…
Brasil, o país do futuro !?
Hoje o futuro chegou e tivemos uma das piores taxas de crescimento do mundo.

– Deus é brasileiro.

Poxa, essa eu não vou nem comentar…
O que me deixa mais triste e inconformado é ver todos os dias nos jornais a manchete da vitória do governo mais sujo já visto em toda a história brasileira.
Para finalizar tiro minha conclusão:

O brasileiro merece! Como diz o ditado popular, é igual mulher de malandro, gosta de apanhar. Se você não é como o exemplo de brasileiro citado nesse e-mail, meus sentimentos amigo, continue fazendo sua parte, e que um dia pessoas de bem assumam o controle do país novamente.
Aí sim, teremos todas as chances de ser a maior potência do planeta.
Afinal aqui não tem terremoto, tsunami nem furacão.
Temos petróleo, álcool, bio-diesel, e sem dúvida nenhuma o mais importante: Água doce!

Só falta boa vontade, será que é tão difícil assim?

É isso pessoal.

Abçs





Calendário Maia, 21 de dezembro de 2012… Já ouviu sobre isso?

19 05 2009

Pois então, eu acredito que vários de vocês vão responder sim. Mesmo porque, com a “proximidade” da data, o assunto está sendo cada vez mais recorrente. Mas há quem seque tenha ouvido uma letra sobre isso. Entããão… Acompanhe o texto até o fim.

O império Maia ficou conhecido historicamente por 2 motivos: a vasta extensão de terra que ocupou nas Américas Central e Sul e por sua tecnologia. É impressionante o conhecimento matemático, arquitetônico e principalmente, cósmico, que esse povo já tinha naquela época.

maiacalendarimg

O calendário Maia é bastante famoso por sua precisão, bem à frente do romano – o que nós usamos. E adiantando um pouco as coisas, esse mesmo calendário tem seu fim no segundo solstício de 2012, precisamente, o dia 21 de dezembro. Parece ser só mais uma história que Nostradamus contaria? Pode até ser, porém, há um embasamento científico e histórico nisso tudo. Os escritos maias relatam que eles previram diversas anomalias da natureza ou questões como a chegada do homem branco (Hernan Cortez, a 8 de Novembro de 1519). A parte cientifíca é a seguinte. Sabe-se que no centro da Galáxia existe um buraco negro supermassivo. Baseados em Einstein e em alguma informação astronômica, há quem diga que o alinhamento com este buraco negro supermassivo levará a uma mudança do campo magnético terrestre, que acontece periodicamente.  Além de uma forte tempestade solar, o que é pior. Porque as tempestades solares nos bombardeiam constantemente, só que o campo magnético terrestre consegue equilibrar ou anular os seus efeitos. Mas de ciclos em ciclos há tempestades tão fortes que acabamos por sofrer os seus efeitos. Isto levará a tsunamis, vulcões, terramotos, etc.

Pense de uma maneira diferente agora. Nosso planeta é cada vez mais dependente da tecnologia. Microchips em tudo, tudo digital. Magnetismoé inimiga de circuitos tanto quanto a água. Um colapso no campo magnético… Bem, você pode imaginar a loucura que seria. “Ah, mas existem circuitos que são ‘imunes’ a isso.” Tudo bem, existem, em satélites! Nos nossos computadores, não.

Resumindo tudo então, esses são os motivos básicos para muita gente comentar tanto hoje no dia 21 de dezembro de 2012 (tanto que tem um filme da Universal lançado esse ano). Verdade, mentira? Cada um na sua, com os seus conceitos e suas crenças. 😉

Abçs.





Quer cuidar da vida dos outros??

11 05 2009

Outro dia eu remava na internet (conexão à rádio em cidade microscópica é coito – pra não ter que escrecer f—), e achei uma matéria muuito interessante.

Geralmente as pessoas gostam de tomar conta da vida alheia… Saber o que o outro está fazendo… Vigiar cada passo. Prova maior é o sucesso de reality shows como o Big Brother Brasil.

Bem esse tipo de comportamente aliado a lógica corporativa – pôr pessoas de fora para realizar os seus (chefe) serviços infra-estruturais enquanto você se preocupa com seus negócios – levou uma chinesa a vender os seus dias. Isso mesmo: vender os seus dias.

Chen Xiao (26) toma suas decisões à partir do que os outros pedem a ela no site http://shop33691501.taobao.com. Na verdade não é tão simples assim. Para deixar suas “sugestões” é preciso pagar o equivalente a 30 Yenes. Não sendo ofensivo, violento, perigoso ou vulgar, a moça tem o maior prazer em atender ao pedido. Esse comportamento da chinesa (que por sinal, é crescente) é chamado de outsourcing. Em suma, seria você realizar seus desejos, suas vontades, através do outro. Chen cumprimenta mendigos, visita locais ou realiza diversas tarefas que muitas pessoas gostariam de fazer mas não podem ou não tem condições.

Parace estranho? À primeira vista, sim. Mas tem uma ótica diferente sobre isso tudo. Essa chinesa não está muito longe distantes dos assalariados de empresas, como comentei no início. Acredite, com a quantidade de verbos imperativos que nos bombardeiam todos os dias, nenhum de nós está tão alheio a isso quanto imaginamos.

Mas e você, seria capaz de vender sua rotina pra sobreviver, tirar um extra no fim do mês ou mesmo por diversão? Seria capaz de “comprar o pedacinho” do dia de alguém? Comente aí!

Abçs





Na hora do desespero…

27 02 2009

É o celular que caiu na água… O cartão de crédito que não passa… A beteria do celular que dura pouco…

Tem cada situação complicada às vezes que medidas nada convencionais ou prováveis podem resolver. Eu vou dar a dica agora para algumas dessas.

  • Bateria do celular

Se o seu aparelho celular descarrega a bateria rápido demais enquanto permanece sem uso no seu bolso, parte do problema pode ser que seu bolso é quente demais.
“Baterias de telefone celular realmente duram mais se mantidas frias,” diz Isidor Buchanan, editor do site Battery University. O calor de 37 graus Celsius do corpo humano, transmitido através de um bolso de tecido para um celular dentro dele, é suficiente para acelerar os processos químicos dentro da bateria do telefone. Isso faz com que ela se esgote mais rapidamente. Para manter o telefone mais frio, carregue-o em sua bolsa ou no cinto.
Esse mesmo método pode ser usado para preservar sua bateria caso você se veja longe de casa sem o carregador. Desligue o telefone e deixe-o na geladeira durante a noite para desacelerar a tendência natural da bateria de perder sua carga.

  • Celular Michael Phelps molhado

Remova a bateria imediatamente, para evitar que curtos-circuitos elétricos fritem os frágeis componentes internos de seu aparelho. Então, limpe o telefone gentilmente com uma toalha e enterre-o num pote cheio de arroz cru. É, você leu certo sim cidadão, arroz. Aqueles grãos brancos que você manda no prato praticamente todo dia e que tem gente da cidade que acha é fabricado a partir de uma massa e não plantado (acredite eu já vi essa situação, mas contarei outro dia).

Isso funciona da mesma maneira pela qual você coloca alguns grãos de arroz em seu saleiro para manter o sal seco. O arroz tem uma grande afinidade química com a água – isso significa que as moléculas do arroz possuem uma atração quase magnética por moléculas de água, que serão sugadas pelo arroz ao invés de continuar dentro de seu telefone.

  • Alarme do carro fora do alcance

Suponha que o alarme para abertura de seu carro não tenha o alcance para chegar ao veículo, do outro lado do estacionamento. Encoste a parte de metal de seu chaveiro no queixo e aperte o botão para destravar. O truque transforma sua cabeça numa antena, diz Tim Pozar, um engenheiro de rádio do Vale do Silício.
Pozar explica: “você está unindo o chaveiro à sua cabeça. Com todos os fluidos em sua cabeça, ela acaba sendo um bom condutor. Não é dos melhores, mas funciona.” (Essa é comédia viu, mas…)

  • Cartucho de tinta acabando

Se o cartucho de sua impressora acabar perto do fim de uma impressão importante, remova o cartucho e passe um secador de cabelo sobre ele por dois ou três minutos. Então coloque o cartucho de volta e tente imprimir de novo, enquanto ele ainda está morno.
“O calor do secador aquece a tinta endurecida e faz com que ela flua através dos pequenos bocais dentro do cartucho,” diz Alex Cox, engenheiro de softwares de Seattle. “Quando o cartucho está quase acabado, aqueles bocais muitas vezes ficam praticamente entupidos com tinta seca, então ajudar a tinta a fluir fará com que ela saia.” O truque do secador de cabelo pode conseguir algumas páginas a mais de um cartucho, depois que a impressora informou que ele está vazio.

Mas sinceramente, como mexo com computdores há alguns anos e faço faculdade na área, não aconselho a repetir isso não. Ou ainda ficar esse tempo todo expondo os contatos do cartucho (no caso da HP) a um calor grande do secador. Pode acabar com ele. Mas de toda forma, uma vez ou outra na hora do paerto, quem sabe…

  • Conexão Wi-Fi

o seu roteador Wi-Fi não alcança o outro lado da casa, não saia correndo para comprar mais dispositivos wireless para esticar sua rede. Em vez disso, construa um refletor de ondas de rádio passivas de 15 centímetros de altura usando itens da cozinha, como uma folha de papel alumínio.
Siga as instruções em www.freeantennas.com/projects/template. Coloque o refletor finalizado – um pequeno e curvado pedaço de metal que reflete ondas de rádio assim como uma antena parabólica – atrás de seu roteador Wi-Fi. O refletor foca a energia do roteador em uma direção – diretamente à outra ponta da casa –, em vez de deixá-la dissipar sua força num círculo completo. Sem cabos, sem baterias, sem conhecimento técnico. Mas pode facilmente dobrar o alcance de sua rede.

  • CD’s, DVD’s e Blu-Ray’s sujos

Você precisa limpar um CD ou DVD imundo, mas, não tem aqueles fluidos de limpeza? Ensope um pano com vodka ou anti-séptico bucal. O álcool é um poderoso solvente, perfeitamente capaz de dissolver impressões digitais e manchas da superfície de um disco. Uma garrafa de Listerine de R$ 10 no seu armarinho do banheiro pode fazer o serviço tão bem quanto uma garrafa de R$ 75 de fluido de limpeza de DVD.

  • HD

Se – ou quando, melhor dizendo – o disco rígido de seu PC quebrar e não puder ser lido, não seja tão rápido em jogá-lo fora. Deixe-o no freezer durante a noite.
“O truque é uma técnica de recuperação real e comprovada, mesmo sendo um último recurso, para alguns tipos de problemas de disco rígido que, de outra forma, seriam fatais,” escreve Fred Langa em seu site Windows Secrets.
Muitas falhas de disco rígido são causadas por peças gastas que não se alinham mais corretamente, fazendo com que o disco não consiga ler os dados. Baixar a temperatura do disco faz com que seus componentes internos de metal e plástico se contraiam levemente. Retirar o disco do freezer e retorná-lo à temperatura normal pode fazer com que essas peças se expandam novamente.
Isso pode ajudar a libertar peças grudadas, explica Langa, ou pelo menos deixar um componente elétrico com falha dentro das especificações tempo o suficiente para que você recupere seus dados essenciais.

  • Flash de câmera

Se o flash embutido da câmera de seu celular é brilhante demais e deixa as fotos lavadas, prenda um pequeno pedaço de papel sobre o flash. Experimente com diferentes cores e espessuras de papel para reduzir o tom do flash, de superbrilhante a uma iluminação mais agradável para fotos noturnas.

  • Cartão de crédito que não passa

É simples. Coloque ele dentro de uma sacola plástica e refaça a transação. A Verifone, empresa que fabrica as máquinas leitoras, não confirma ou nega que o saco plástico funcione.

E então, achou o que dessas dicas? Tentaria? Já usou alguma? Conhece outras??? Comente aí!!

Abçs

Adaptado do The New York Times




Rede? Barraca?? Paraquedas???

9 02 2009

Com design de Erik Nyberg e Gustav Ström e produzida pela Royal Botania, essa “coisa” tem um visual inovador. Tem sua estrutura suspensa em um único ponto, o que lhe dá a a impressão de flutuar. É feita em aço inox e com dois tipos de tecido, um para a cobertura e outro para a rede.

Pense passar suas férias, esticado numa rede dessas(eu tenho a impressão que seja uma), em lugar com o visual das fotos… Melhor parar de ficar pensando nisso e lembrar que estou escrevendo esse post do meu serviço    :/ .

 

 

1

1

 

wave-4

2

 

 

3

3

P.S.: Preço?? Achei em lugar nenhum.

Abçs

Adaptado do Bem Legaus.




Os 10 principais Memes de 2008

4 02 2009

Meme é o termo usado para especificar os sucessos, as modinhas da internet: aquele vídeo pra lá de assistido, aquele site novo loucamente visitado e por aí vai. Uma analogia ao conceito criado pelo zoólogo Richard Dawkins para explicar a disseminação de pensamentos, idéias e produtos culturais. Segundo Dawkins, algumas informações são transmitidas da mesma forma que os genes, replicando-se automaticamente e tornando-se parte da cultura universal.

Na lista abaixo, seguem os memes que destacaram-se no ano passado.

Garfield minus Garfield
A idéia é simples: o irlandês Dan Walsh resolveu apagar o personagem principal das tirinhas do gato Garfield. Sem o bichano, as historinhas bem-humoradas viraram uma espécie de retrato depressivo e esquizofrênico do jovem Jon Arbuckle. “Garfield minus Garfield” surgiu em fevereiro, e foi destaque em boa parte da blogosfera no início do ano.

Logo depois, apareceram os primeiros “clones”, como “Dilbert minus everyone” (“Dilbert menos todo mundo”), “Dilbert minus Dilbert” e “Peanuts minus Snoopy” (“Minduim sem o Snoopy”). Até mesmo Jim Davis, criador de Garfield, se declarou fã da criação de Walsh, e autorizou a publicação de um livro sobre a nova tirinha. 

I’m f… Matt Damon
Este “meme” nasceu na televisão, mas dominou a pauta de blogs e redes sociais no início de 2008. A comediante Sarah Silverman gravou uma música em “homenagem” ao namorado – o apresentador Jimmy Kimmel.

 Na letra, Sarah diz que está traindo Kimmel com o ator Matt Damon.

A resposta veio na mesma moeda. Kimmel gravou um clipe afirmando que estava tendo relações sexuais com outro ator, Ben Affleck, amigo de infância de Damon.

 As duas músicas geraram novas versões na web, e acabaram ganhando um Emmy, prêmio dado aos destaques da TV americana. 

A garota do Wii Fit
Tudo começou com uma “brincadeira” de mau gosto de um namorado, que filmou a amada rebolando enquanto jogava videogame. Detalhe: a moça, que não sabia que estava sendo filmada, vestia apenas camiseta e calcinha. Lauren Bernat, 25 anos, ficou famosa como a “Wii Fit Hula Girl”, em homenagem ao nome do game que ela jogava no vídeo.

Lauren e o namorado, Giovanny Gutierrez, viraram celebridades. O vídeo teve mais de 2 milhões de exibições nos primeiros dias, após ser postado no Youtube, em maio. A moça conta que chegou a ficar revoltada ao descobrir a fama repentina, mas depois se acostumou com a idéia. No site de compartilhamento de vídeos, há cerca de 500 vídeos de outras mulheres – e alguns homens – imitando Lauren.

 

Ken Lee
Outra mania que nasceu na televisão. Uma participante da edição búlgara do concurso “American Idol” canta uma versão macarrônica da canção “Without you”, de Mariah Carey. A letra claramente inventada, no melhor estilo de cantor de churrascaria (“I can’t live if living is without you” virou “Ken Lee tulibu dibu dáuchu”), faz até os apresentadores do programa caírem na gargalhada.  (Isso não te lembra algo semelhante: “Iarnuóu… Iarni silveee…)

A primeira gravação da performance, batizada de “Ken Lee”, foi publicada no Youtube no dia 10 de fevereiro. Daí para frente, até a própria Mariah Carey comentou a interpretação da aspirante a cantora Valentina Hasan. Valentina acabou fazendo mais sucesso na Bulgária – e no mundo, por que não? – que os vencedores do concurso na TV.

 

Vídeos literais
Essa começou em outubro, com base em uma versão do clipe de “Take on me”, sucesso da banda A-ha nos anos 80. O artista americano Dustin McLean trocou a letra da música por uma que simplesmente narrava o que acontecia no clipe. Parece fácil, mas é trabalhoso – tanto que até hoje poucas pessoas que resolveram seguir a idéia conseguiram criar clipes com a mesma qualidade do original.

Entre as novas versões, destaque para “Head over heels” e “Under the bridge”, também feitas por McLean, e “I still Haven’t found what I’m looking for”.

Rickrolling
Difícil conhecer internauta que nunca tenha clicado em um link imaginando estar prestes a ler um texto interessante ou ver um vídeo inédito, e acabe surpreendido pelo vídeo da música “Never gonna give you up”, de Rick Astley. Irritante demais, não é?

É verdade que o trote começou no ano passado, mas ele se espalhou para toda a internet no início de março de 2008. A piada nasceu no fórum 4chan, considerado o “ground zero” da cultura inútil da internet ocidental, em abril de 2007.

 

No ano seguinte, começou a tomar volume, até que, no dia 1º de abril, virou “mainstream”: o Youtube decidiu “brincar” com seus internautas, enviando todos os links de sua página inicial para o fatídico clipe dos anos 80.

O “Rickrolling” ultrapassou as fronteiras da internet, tornando-se uma piada em eventos como jogos de beisebol nos EUA, eleições de clipe do ano na MTV européia e até na parada do dia de Ação de Graças em Nova York. 

FAIL 
A simplicidade é o segredo deste “meme”, que consiste basicamente em imagens indicativas do “fracasso” de uma ou mais pessoas em qualquer atividade, acompanhadas do termo “FAIL”.

 Não é um “meme” novo. Há registros do uso do termo em imagens cômicas ou conversas em fóruns na rede já em 2003.

 “Fail”, no entanto, foi impulsionado pela criação, em março, do FAIL Blog. A página coleciona vídeos ou fotos de fracassos – ou até desastres – com legendas simples.

 Algumas criações têm gosto questionável, mas o fato é que “FAIL” ou “EPIC FAIL” (fracasso épico) entraram no vocabulário dos internautas neste ano. 

‘Pork and beans’
Um vídeo sobre as modinhas da web só poderia acabar em modinha mesmo. O vídeo da banda americana Weezer – muito bem feito, por sinal – cita diversos memes dos últimos anos da internet, como “Chocolate rain”, “Coca com Mentos” e o eterno clássico “All your base are belong to us”. E a
música é muito boa também.
O “Fantástico”, da TV Globo, produziu uma versão de “Pork and beans” com as celebridades da internet brasileira. Participam do clipe a banda NX Zero, o ator Guilherme Zaiden (de “Confissões de um emo”), os dançarinos da “Dança do quadrado” e a nutricionista Ruth Lemos, aquela do “sanduíche-iche-iche”.

 

Sapatada no Bush

E não é que, no apagar das luzes de 2008, um fato político gerou um dos memes mais engraçados do ano? 

 Horas após o jornalista iraquiano Muntazer al-Zaidi atirar seus calçados contra o presidente George W. Bush, no dia 14 de dezembro, a internet já fervia com imagens parodiando o ocorrido. O fato virou até game.

iraqimage007

 

Cersibon
O único meme genuinamente brasileiro a entrar na lista. Minimalista, com traços toscos e linguagem baseada nos chats da rede, Cersibon foi uma tirinha publicada no primeiro semestre do ano pelo designer Rafael Madeira.

 

Boa parte das piadas parecem não fazer sentido, e só têm graça levando em conta que estão escritas em “tiopês”, espécie de “dialeto” que une o português aos erros de digitação comuns na internet.

Você pode até não gostar, mas o fato é que Cersibon incluiu expressões como “comofas?” e “vaza de cócoras” no vocabulário dos webmaníacos, além de ter gerado uma onda de blogs semelhantes. Os melhores “filhos” da criação de Madeira são o Zezuis, que satiriza histórias da Bíblia, e o Pornibon, com temas mais adultos.

 

Do portal globo.com




Humor #6

27 01 2009

Sucesso total no ano passado, o projeto Improvável, da Cia. Barbicha de Humor (que vieram a integrar o CQC), já é conhecido por bastante pessoas na internet. Seu canal oficial de vídeos não tem um upload com menos de 300.000 visualizações. Realmente é muito bom. Logo abaixo você vê uma das esquetes da peça, que nada mais é do que jogos de improviso. Assista.